A carta

Todas as cartas de amor são Ridiculas. Não seriam cartas de amor se não fossem Ridiculas...

sábado, setembro 30, 2006

ACONTECEU

... Os amigos mais antigos abandonam-me e já conbinam coisas sem mim põem-me simplesmente de parte e vivem a sua vida, de repente dou por mim noutra vida numa vida nova criada pelo adandono das coisas da vida velha tambem será uma vida nova para eles por isso o melhor é deixar andar e afastar-me porque eles estão bem sem mim....

Até qualquer dia.....

quarta-feira, setembro 27, 2006

VOLVER

Já não escrevia neste blog ha muito tempo talvez porque finalmente tenho alguem a meu lado que me faz feliz mas tambem porque o tempo entre os estudos e o amor não deixam muito tempo livre.
Resolvi voltar a esvrever depois de ter lido o blog de um amigo e de me pôr a pensar no tempo que passei com esse e outros amigos nas ferias.
Há cerca de 3 anos atráz eramos bons amigos mas hoje não sei parecem-me distantes não sei se por culpa minha... talvez com tanta coisa não tenho dedicado muito tempo aos amigos... mas e certo que os sinto distantes, talvez até tenha feito algo que os magoase a verdade e que não sei.
Algo se passa , ou eles ou eu não somos a mesma pessoa de ha 3 anos atraz, e isso assustame porque posso ser eu que estou a mudar e sem querer a afastar os meus velhos amigos.

Não sei logo se vê....

quarta-feira, agosto 10, 2005

O PEDIDO

"Quando há uns anos atráz, um jornalista da rádio Teerão pediu aos rios que deixassem de correr e às estrelas que deixassem de brilhar durante o funeral de Khomeini, eu estava longe de imaginar que fosse capaz de fazer um idêntico pedido se tu me faltasses. Já se vê que tu me faltas, mas existes, e so isso me basta para saber que há sempre uma razão mesmo que seja a única, para acordar todas as manhãs."
No dia em que fugimos tu não estavas em casa - Fernando Alvim

quarta-feira, julho 27, 2005

PARA TI

Linda para ti e por todos os momentos que passamos juntos, obrigado por me fazeres feliz durante estes 8 messes.
"So we in sleep in bed
We never make
Holding close to love
Love should fade
Holding on to this is the best thing we'll ever do
Morning sun is sweet and soft on your eyes
Oh my love, you always leave me surprised
Before my heart starts to burst
With all my love for you
I know how it rains
I know how it
I never could feel this way
For anyone but you
I know how it rains
I know how it
I never could feel this way
For anyone but you
So it takes some time
And slip away
Holding on to love
Love should stay
Holding on to you is the best thing I'll ever do
Evening sun is sweet and soft in your face
I never ever leave this place
I feel my heart starts to burst
With all my love for you
I know how it rains
I know how it
I never could feel this way
For anyone but you
I know how it rains
I know how it
I never could feel this way
For anyone but you"
Moby - Love Should

sábado, julho 23, 2005

O REGRESSO

Bem eu disse que caso se justificase eu voltaria a escrever, bem a distância e as saudades são motivo suficiente para voltar a escrever linhas.
E que melhor recomeço que este excerto da musica do Ornatos Violeta

"A cidade está deserta
E alguém escreveu o teu nome em toda a parte
Nas casas, nos carros, nas pontes, nas ruas
Em todo o lado essa palavra
Repetida ao expoente da loucura
Ora amarga! ora doce
Pra nos lembrar que o amor é uma doença
Quando nele julgamos ver a nossa cura."
Ornatos Violeta - Monstro

sábado, junho 18, 2005

O FIM

Hoje sou feliz e por ser mais dificil escrever a felicidade que a tristeza dou por terminado até ver este blog.
Agradeço a todos os que leram e que deram a sua opinião quer pessoalmente ou não.
Por agora é tudo talvez um dia mais tarde volte a escrever aqui quem sabe.
"Para estar junto não é preciso estar perto. Mas sim do lado de dentro"
Leonardo da Vinci

domingo, abril 24, 2005

WONDERFUL TONIGTH

Tentei pensar em mil e uma coisas para escrever mas nada me vinha á cabeça até que no winamp tocou Wonderful Tonight by Eric Clapton e como ele diz:
"I feel wonderful because I see
The love light in your eyes."